Ser de Braga É(ra)… Ir ao Bananeiro

Ser de Braga É Ir ao Bananeiro

Sim, leu bem, era… Porque, este ano, e devido à situação que se vive em Braga e um pouco por todo o país, esta celebração terá que ser feita de forma diferente. Mas deixamos uma boa notícia: a Casa das Bananas irá abrir até as 13h, sendo que poderá ir buscar a sua garrafa de Moscatel e as famosas bananas e manter a tradição no conforto da sua casa, junto da sua família.

Mas afinal, porque é que em Braga as celebrações de Natal começam com bananas e vinho moscatel? Esta tradição bracarense manda “comer uma banana e beber um banano” nas horas que antecedem a ceia de Natal, e o centro da cidade (em especial a Rua do Souto, onde se situa a Casa das Bananas) enche-se de pessoas e famílias para cumprir esta celebração. No artigo de hoje, iremos então explicar a origem desta comemoração… bastante original!

A Origem do Tradicional Natal do Bananeiro

O Natal do Bananeiro surgiu há quase 50 anos atrás, com Manuel Rio, antigo comerciante que tinha aberto a sua primeira loja em Viana do Castelo, de seu nome Riolanda, a tomar posse da Casa das Bananas, em Braga, quando já tinha 50 anos de idade.

Manuel Rio
Manuel Rio (Foto: O Minho)

Recorda o próprio, em entrevista ao jornal “O Minho”:

Braga tem muitos emigrantes e quando vinham pelo altura do Natal, apareciam lá para beber Moscatel e comer bananas. Começaram a vir cada vez mais, cada vez mais, e as pessoas já bebiam na rua. A partir daí, foi uma bola de neve. Muitos bracarenses que viviam fora começaram a ir ao Bananeiro sabendo, então, que iriam encontrar velhos amigos, alguns que não viam há anos. E apareceu o hábito da banana com o moscatel!

Ano após ano, o convite foi passando de boca em boca e cada vez mais pessoas foram chegando. Um balcão foi montado à entrada do estabelecimento, de forma a puder receber a clientela, que aumentava ano após ano, e a rua começou a tornar-se pequena para tanta gente! Atualmente, muitos são os locais que convidam a encontros de Natal, mas continua a ser na Rua do Souto, e na Casa das Bananas, que se faz sentir o verdadeiro espírito natalício, com muita luz, pessoas e conversas.

Este ano não será possível tal enchente e confraternização, é verdade, mas fica já o convite para o Natal de 2021… se tudo correr bem, é claro!

Junte-se à discussão

Compare as listagens

Comparar
Contacte-nos pelo WhatsApp
1

JUNTE-SE A NÓS!

REINVENTE-SE E TENHA UMA CARREIRA DE SUCESSO!