Enterro da Gata

Enterro da Gata

A cidade de Braga, onde está sediado o Grupo Move, é conhecida por diversos motivos: quer pela paz e tranquilidade, ou pela história da cidade e pelos locais religiosos de beleza enorme que tem, há ainda outro motivo pelo qual a nossa cidade é conhecida: a educação!

Além das diversas escolas básicas, primárias e secundárias de qualidade presentes, existe ainda uma das mais prestigiadas universidades de todo o país: a Universidade do Minho (UM). Com uma enorme tradição no âmbito académico, também as festas académicas assumem um papel importante, sendo a mais conhecida o “Enterro da Gata”.

História e Tradição

O Enterro da Gata é uma festa académica organizada pela Associação Académica da Universidade do Minho, na qual a Universidade Católica de Braga também participa. Decorre todos os anos, no início de Maio, perto do fim do ano letivo, sendo que a “gata” representa o insucesso escolar, que é enterrado pelos estudantes.

Estas festas duram cerca de uma semana, e, além dos concertos e todas as celebrações, existem alguns eventos especiais para aqueles que estão nas chamadas “praxes”:

– O Velório da Gata, que marca o início e em que a “Gata” é transportada pelas artérias da cidade de Braga seguida por um séquito que não pára de chorar a “finada”.

– As Serenatas

– Os Cortejos dos Autocarros e a Apresentação de Praxe

– O fim da praxe: que significa passar a varanda do Reitor, e deixar de ser caloiro

Enterro da Gata - Cortejos dos Autocarros

Quanto aos primórdios, é preciso recuar mais de 100 anos para a primeira edição: foi em 1889 que surgiu a primeira referência na imprensa relativamente a este fenómeno, que foi apelidado de “Enterro Xistoso”. Aí se conta que um grupo de estudantes “para festejar o fim do ano e enterrar a gata” fizeram um “enterro xistoso e novo na espécie”, sendo que Braga estava representado pelo Liceu Nacional (hoje Escola Secundária Sá de Miranda).

Mais recentemente, já com a Universidade do Minho criada, e num estudo solicitado em 1989 pela Associação Académica da Universidade do Minho ao diretor da Biblioteca Pública de Braga, concluiu-se que o 1.º Enterro da Gata se havia mesmo realizado em Maio de 1889 e que, assim, e passados exatamente 100 anos sobre o seu nascimento, era retomada a tradição, agora nas mãos dos estudantes da jovem Universidade do Minho.

E tem sido assim até aos dias de hoje: claro que, no ano passado (e este ano), devido à pandemia, o Enterro da Gata não se realizou, mas esperamos ver os estudantes da nossa cidade novamente animados e prontos para esta festividade no ano que vem!

Junte-se à discussão

Compare listings

Comparar
Contacte-nos pelo WhatsApp
1

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER!